quinta-feira, 4 de julho de 2013

Risoto de Abóbora

Há alguns dias, estamos vendo a temperatura cair, cair e cair. Eu particularmente não gosto muito de frio, acho mais difícil para quase tudo, ainda mais quando chove, mas, gastronomicamente falando, é uma época muito interessante, porque você consegue fazer qualquer tipo de prato sem ouvir as opniões de que vai pesar, que está calor, que vai dar sono.. 
Nessa onda, tem um prato que eu amo fazer e no calor não é impossível, mas é meio complicado, porque, pra ficar na textura certa, você tem que ficar com a barriga no fogão (como diria minha avó), e esquenta pra caramba... E o prato de hoje é: Risoto!
Eu amo fazer risoto, faço com qualquer ingrediente, e até hoje, não vi ninguém que não gostasse, por isso, ele é um prato curinga. Você sempre vai conseguir agradar a todos e, usando um ingrediente que o convidado adore então, sucesso garantido!
Dessa vez, vou mostrar como fazer um risoto de abóbora. Eu particularmente não gostava muito dela, mas como várias outras coisas, eu aprendi a curtir e agora uso em vários pratos. 
Pra esse risoto eu usei a abóbora japonesa ou cabotiá, que sempre está mega barata no mercado. 
E para finalizar, eu usei um azeite trufado que uma amiga muito querida me trouxe da Itália, se você tiver, coloque um fio em cima que fica maravilhoso, senão, vai ficar maravilhoso do mesmo jeito!!! Vamos começar??

Risoto de Abóbora

Ingredientes

Para o risoto

1 cebola cortada em cubinhos
2 colheres de azeite
1 copo de vinho branco 
1 1/2 xícara de arroz arbóreo
1 colher de manteiga
2 colheres de queijo parmesão ralado
1 litro de caldo de legumes ( pode ser o industrializado, mas eu prefiro o natural, feito com um litro de água, 1 cebola grande, meia cenoura e meio salsão picados em cubos. Sem ferver, deixe no fogo baixo por mais ou menos uma hora. Depois é só coar e congelar em forminhas de gelo)

Para a abóbora

800 grs de abóbora japonesa picada em cubos
Água o suficiente para cobri-las
Sal grosso

Como fazer

Faça primeiro a abóbora porque ela demora mais pra cozinhar, mas deixe al dente. Reserve.
Para o risoto, frite a cebola no azeite e frite bem, coloque o arroz arbóreo e refoque até ele ficar transparente. Junte o vinho branco mexendo sempre para o arroz liberar o amido ( essa é diferença dele para o arroz que usamos todos os dias), quando o vinho tiver quase secando, junte uma concha de caldo de legumes e continue mexendo. Toda vez que estiver quase secando, junte uma outra concha de caldo. Usa-se mais ou menos umas sete conchas e demora uns oito minutos, mas o legal é sempre experimentar para ver o ponto. O arroz tem que estar grudando um pouquinho no dente, esse é o ponto certo. 
Quando faltarem umas duas conchas, misture a abóbora cozida para incorporar a cor e o sabor ao arroz. Desligue a panela, junte a manteiga e o queijo parmesão e mexa bem. A manteiga deixa o risoto brilhante e o queijo o deixa cremoso. Eu costumo esperar alguns minutos para servir, com a panela tampada.


Essa quantidade dá para mais ou menos quatro pessoas e combina bem com uma salada bem colorida. 

Nenhum comentário: